Geração de Energia com Resíduos

Introdução:

Pesquisa revelou que 58,3 % resíduos coletados seguiram para aterros sanitários em 2013, praticamente sem alteração do cenário registrado no ano anterior. Os 41,7% restantes correspondem a 79 mil toneladas diárias, que são encaminhadas para lixões ou aterros controlados, os quais pouco se diferenciam dos lixões, uma vez que ambos não possuem o conjunto de sistemas e medidas necessários para proteção do meio ambiente contra danos e degradações.

Mesmo com uma legislação mais restritiva e dos esforços empreendidos em todas as esferas governamentais, a destinação inadequada de RSU se faz presente em todas as regiões e estados brasileiros e 3.344 municípios, correspondentes a 60,0% do total, ainda fizeram uso em 2013 de locais impróprios para destinação final dos resíduos coletados.

ATERROS SANITÁRIOS – UMA VISÃO REALISTA

Esta solução, embora melhor do que os lixões, está longe de ser a mais adequada do ponto de vista ambiental, tanto que está sendo banida sua adoção nos países da Comunidade Europeia. A ideia é a contínua redução da matéria biodegradável até a proibição total por volta de 2020, sendo que países como a Alemanha já se anteciparam e a proibição já é total desde 2005.

Além destes muitos impactos ambientais, a cada 20 anos em média, um novo aterro é necessário, pois a estabilidade da montanha formada pelo lixo fica comprometida. Os aterros encerrados devem ser monitorados por pelo menos 40 anos para controle de efluentes poluidores.

Baixa eficiência na geração de biogás.

3 a 5 anos para inicio de produção de biogás.

dfdfd

ENVIROFUSION – Tratamento Térmico Avançado – Gesificação Modular

Nós projetamos e construímos sistemas modernos e eficientes para conversão limpa de resíduos em energia, usando o nosso processo de Tratamento Térmico Avançado.

Operando a 1700º C a nossa gama de Reatores Pirotérmicos introduz a tecnologia mais avançada disponível no descarte de lixo. Altas temperaturas e alta eficiência resultam em um excelente desempenho na geração de energia elétrica.

Tipos de Resíduos Processáveis

  • Farmacêutico
  • Nucleares Classificados
  • Industrial
  • Doméstico
  • Químico
  • Municipal
  • Clínicos
  • Orgânicos
  • Miudezas
  • Asbestos
  • Plásticos
  • Borrachas
  • Esgoto
  • Fotográfica
  • Óleos
  • Hidrocarbonetos
  • Lodos tóxicos
  • Água contaminada
  • Emulsões
  • Perigosos em geral

Vantagens

 Projetos locais para pequena escala, utilizando tecnologias avançadas de tratamento térmico:

  • Utiliza vários tipos de resíduos locais, em pequenos locais de disposição do resíduo
  • Engajamento da cominidade local
  • Alta eficiência e com elevados padrões ambientais
  • Curto prazo de entrega
  • Fácil acesso para a rede elétrica local (rede de 13.8 kV)
  • Pequenas dimensões (Menos de 2 hectare – 10 mil m2)
  • Pode ser construída perto do local de uso do energia térmica/calor – processos industriais – produção de água gelada para refrigeração (escolas, hospitais, shoppings, unidades de refrigeração, etc)
  • Baixo custo de Investimento e Operação
  • Vários pequenos projetos proporcionam a confiança/independência global do sistema

Aplicações Móveis e Fixas

hhhh

  • Utiliza a tecnologia mais avançada disponível no descarte de resíduos atuais
  • Temperatura de Operação: 1700°C
  • Média de Resíduos de 3% – 5% da entrada
  • Resíduos completamente inertes e estéril
  • Processam a maioria dos resíduos sólidos e líquidos
  • As emissões atendem todas os padrões atuais
  • Alta recuperação de temperatura
  • Baixo custo de operação

Retornos do Projeto

bkbjkjbk

 

Alta Temperatura Significa 

Ausência de Produção de

Dioxinas ou Furanos

Downloads:

SER Soluções em Geração Renovável
SER Apresentação_Envirofusion
SER Vantagens do Tratamento Térmico Avançado vs Incineração
SER Comparação_Incineração Mass Burn_Tratamento Térmico Avançado e Biodigestão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook