CONTINUAÇÃO_ENTENDA OS AUMENTOS NA CONTA DE ENERGIA E SEU FUTURO

Muitos, ou todos, devem estar se perguntando, por que estou reduzindo o consumo de energia elétrica em kWatts da minha casa, loja, etc, e minha conta continua a aumentar? Ainda mais quando não se tem grandes e diferenciais vilões consumidores de energia elétrica, como aparelhos de Ar-Condicionado e Freezers.

A verdade é que todos estão pagando por dois fatores, mesmo que não diretamente ligados a vocês, como a seguir:

  1. A falta de planejamento estratégico no setor energético de mais de 50 anos. O típico comportamento humano quando se tem recursos em abundância, e de repente esses recursos começam a se esgotar. Como alguém que é muito rico e de repente fica pobre;
  2. A globalização, que proporcionou um crescimento global, que, enfim, chegou ao Brasil. Após anos de período militar, o Brasil conseguiu evoluir de forma extraordinária em um período de 30 a 35 anos. O pessoal dessa época consegue facilmente perceber a diferença. Olhando na prática sem levar para o lado político. A globalização abre mercados, potencializa a comercialização de cada país naquilo em que ele é bom, a indústria cresce, o dinheiro circula mais, e com isso o Brasil também cresceu, porém de forma desordenada, aí sim, por causa do regime político. O poder aquisitivo aumenta (em relação a 35 anos atrás) e muitos novos recursos se tornam acessíveis aos cidadãos. E crescimento significa mais energia elétrica para alimentar tudo isso, os muitos confortos que vieram com ela, como: Micro-ondas, secadores de cabelos mais potentes, chapinhas, aparelhos de Ar-condicionado, Freezers, Grills, etc. Além de surgirem mais recursos, eles são mais vendidos por causa do maior poder aquisitivo. Isso sem contar os muitos aparelhos eletrônicos que “lendariamente” são considerados grandes consumidores de energia. Estes, com o advento da tecnologia mundial, já vêm com componentes eletrônicos de baixa potência/consumo, dispositivos para desligarem sozinhos quando não utilizados por determinado tempo, e com aquelas “luzinhas” de LED que significa quase nada em termos de consumo. Se você sair desligando tudo que tenha um LED ligado só por que algum “consultor” foi na TV para aparecer disse que isso consome energia, você vai ficar louco, e;
  3. E, por fim, aí sim, o tiro de misericórdia do desconto concedido de 20% há alguns anos.

Mas, por favor, não se sintam culpados. A globalização é para isso mesmo: trazer melhores condições para o ser humano. A “Culpa” vem de vários fatores que interligados trouxe o Brasil a uma crise energética, com grande destaque para a falta de planejamento de anos e a coincidente crise hídrica que estamos vivendo. O que não é exclusivo do Brasil. O fato é que ainda estamos aprendendo a lidar com essa “falta de abundância”, como países Europeus que tiveram que se adaptar rápido em decorrência dos seus limitados recursos pelas suas poucas áreas territoriais, condições climáticas e políticas – sapo apertado é que pula.

A verdade preocupante é que, segundo a Empresa de Pesquisa Energética – EPE, braço oficial do Ministério de Minas e Energia, relata que acontecerá um salto no consumo dos atuais 473.395 GWh para 693.469 GWh (valores aproximados devido às constantes atualizações) em dez anos. Ou seja, 70% de novas fontes de geração de energia em apenas 10 anos; praticamente impossível.

A saída mesmo é a Economia de Energia, muito conhecida atualmente como Eficiência Energética. Mas, aonde vou economizar ainda mais? Você deve estar se perguntando e me xingando.

Sua conta só vai “cair” quando o Brasil começar a economizar como um todo, e com isso, menos térmicas precisarão ser ligadas, menos CO2 emitido e menor será o rateio nas contas de todos.

Não obstante o compromisso segunda o plano decenal de Eficiência Energética que reza um compromisso de economizar 10% de energia até 2030.

Infelizmente ainda insistimos, os cabeças do Brasil, em querer reinventar a roda, uma vez que soluções inúmeras já existem em diversos países. Sem contar que o dinheiro fala mais alto, e a política direciona as oportunidades para as grandes corporações.

 

Elton Santos – SER – Soluções Energéticas Renováveis Ltda

16/03/2017

#AES #AESarcondicionado #ASEBrasil #endocubebrasil #economiaenergia  #serrenovavel #fridgesaverenducube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook